Sessão de Cinema: The Boy Next Door

agosto 07, 2015


Esta semana vi o filme The Boy Next Door (O Rapaz Da Casa Ao Lado) que há muito ansiava ver. Um filme aparentemente comum tornou-se numa lição de psicologia sobre o que realmente vai na mente das pessoas.


Claire Petterson (Jennifer Lopez) é uma professora de literatura inglesa em processo de divorcio, depois de ter apanhado o seu marido a trai-la com a secretária. Nessa fase difícil da sua vida ela conhece Noah (Ryan Guzman), um adolescente muito bem parecido. Ele conquista a sua confiança por parecer um rapaz honesto e gostar de literatura clássica tanto quanto ela.

Ela dá-lhe confiança, e Noah aproxima-se do seu filho, Kevin (Ian Nelson), tornando-se melhores amigos.






Entretanto, o marido dela tenta reaproximar-se da família, e começa a notar-se em Noah alguma desconfiança e algum ciúme.

Quando o ainda marido de Claire e o filho estão fora a pescar, Claire deixa-se seduzir por Noah e passam a noite juntos. Quando Claire tenta explicar-lhe que foi um erro e que ela estava carente, que não tinha significado nada para ela, já Noah estava alterado pela sua obsessão.








Não vou falar mais nada porque depois era impossível parar e não contar o filme todo ;P

Só digo que precisam de ver o filme, se ainda não o viram. É algo de muito paranóico ver o que acontece depois desta noite. O quanto alguém pode ser falso, ao ponto de se fingir inocente e esconder-se por trás de um corpo bonito.




Todos os dias vemos nas noticias namorados, maridos e companheiros que matam as suas mulheres e namoradas. Aquelas a quem juram ter amor. E eu pergunto, é isso amor ou obsessão? É que eu não vejo nenhum casal que sente verdadeiro amor um pelo outro a matarem-se. Acho que o conceito de 'amor' hoje é algo muito borrado. Algo que ninguém sabe ao certo o que é. E penso que é por isso que acontecem destas coisas. 

O que é que as pessoas estão a pensar? 'Não me amas então não amas mais ninguém'?? Que tipo de obsessão é essa? Já não podemos amar quem queremos? Não temos opção de escolha?

Eu acho que temos, e por sermos mulheres não devemos deixar que alguém, mesmo que seja nosso namorado, nos diga o que devemos ou não fazer. As mulheres precisam aprender que não precisam de ficar debaixo de ninguém. Nenhum homem manda em nenhuma mulher, esse tempo já passou. Assim como nenhuma mulher manda em nenhum homem! Sim, o contrario também acontece.

Posso ser jovem e podem dizer-me que não entendo e não sei nada sobre amor. E não sei! Mas sei que estas pessoas também não sabem. E sei que estas coisas acontecem porque as pessoas ficam cegas. Cegas ao ponto de acreditarem profundamente em alguém. Talvez isso sejam devaneios de uma mente desconfiada, mas é assim que eu penso.

Lembra-te, por mais que ames alguém, não deixes que essa pessoa te pise. Não tens de te sentir presa a ninguém. E se te sentes ameaçada, denuncia à polícia. Esses obcecados precisam ser parados e internados. Precisam de tratar dos seus problemas psicológicos. Precisam de ser ajudados antes que seja tarde demais.

Bem já falei demais ihih Por isso vejam o filme (garanto-vos que é muito mais do que um filme) e aqui fica o trailer para apimentar essa decisão ;)


Facebook Instagram | Twitter | Snapchat: rutemarques27

You Might Also Like

0 comentários

A vossa opinião é muito importante e ajuda o blog a crescer :)

Like Us on Facebook

Popular Posts

Most Popular